O futebol agradece...

sábado, 28 de maio de 2011

E chega ao fim mais uma UEFA Champions League, coroando o Barcelona como campeão. Nada mais justo que o maior time da atualidade conquiste o título mais importante do mundo.
Fica difícil falar do Barcelona sem cair no lugar comum, em clichês etc etc etc. Mas é a pura realidade, o Barcelona mostrou um futebol espetacular, numa verdadeira aula de futebol, fazer o quê? Tem mais é que tirar o chapéu mesmo.
Muitos acham que há um excesso de badalação em torno da equipe catalã, que supervalorizam o time. Mas não há time que se sustente apenas com mídia e oba oba. A badalação em torno do Barcelona é justificada e confirmada pelos resultados e pelas atuações espetaculares. Que tipo de adjetivo a imprensa pode utilizar pra descrever Messi e cia. que não seja "incrível" "estupendo" etc.? 
E essa final serviu pra tirar qualquer dúvida sobre a qualidade do Barça. Não era um jogo qualquer, era uma final, e não era contra um time qualquer, era contra o Manchester United, um time fortíssimo, equilibrado, com um ótimo elenco, além de contar com Sir Alex Ferguson, um dos técnicos mais vencedores dos últimos tempos. E os minutos iniciais da partida mostraram isso. Os Red Devils conseguiram, mesmo que por alguns instantes, mostrar porque tinham méritos pra chegar à final. 
Mas isso durou apenas alguns minutos, logo a turma de Guardiola dominou a partida de uma forma que os ingleses não conseguiram fazer muita coisa. Com uma jogada genial, Xavi deixa Pedro na cara do gol para abrir o placar. Mesmo conseguindo um empate com Rooney, o Manchester não parecia ter forças para reverter a situação. Messi, numa atuação digna de melhor do mundo e Villa liquidaram a partida.
Enfim, para os admiradores do futebol foi um dia histórico e maravilhoso, onde pudemos ver uma atuação de gala de um time que vai entrar pra história, sem sombra de dúvidas.
E como se não bastasse sermos brindados com um espetáculo dentro de campo, o Barcelona ainda nos brindou com um momento único: depois de passar por um dama pessoal há poucas semanas, coube a Abidal a honra de levantar a taça da Champions. Fechando com chave de ouro um espetáculo onde o principal vencedor foi o futebol...

0 comentários:

Postar um comentário