Dá pra acreditar no impossível?

quarta-feira, 27 de abril de 2011


Tá legal, talvez o título desse post esteja um pouco exagerado, afinal impossível é uma palavra muito forte. Mas os resultados dos jogos de ida das semi-finais da Uefa Champions League foram tão emblemáticos que fica difícil não usar essa palavra na hora de falar das chances dos times que perderam. A não ser que o Sobrenatural de Almeida resolva dar o ar da graça semana que vem, a grande final está praticamente definida.
Essa definição começou ontem, em Gelsenkirchen, onde o Manchester United enfrentou o Schalke 04. Ninguém duvidava da superioridade do time inglês, mas o que não dava pra imaginar era a facilidade que ele teria na partida, ainda mais sendo na Alemanha, com toda a pressão da torcida. Os 2 a 0 não refletiram o massacre dos Red Devils na área do Schalke, que se livrou de uma goleada graças à atuação monstruosa do goleiro Neuer.


E Real e Barça? Ah! Real e Barça! Esses embates estão sendo a diversão de admiradores de futebol, jornalistas, curiosos e até de emissoras de TV (que pegam o bonde andando e ainda sentam na janelinha, pode isso?). Espanhol e Copa do Rei que me perdoem, mas essas duas últimas partidas eram realmente o prato principal desse banquete futebolístico. E como aperitivo tivemos a guerra de nervos entre os técnicos Mourinho e Guardiola cujas declarações refletiram no comportamento dos times em campo. Num jogo duríssimo,com direito à confusão fora de campo e expulsões, o futebol resolveu aparecer só no final com a estrela de Messi. O Barça acabou levando a melhor, fazendo também 2 a 0 fora de casa.

E o que esperar dos jogos de volta? Bom, vai ser muito difícil para os times derrotados reverterem a vantagem dos outros, ainda mais fora de casa. Tudo está indicando uma final entre Barcelona e Manchester United. Mourinho vai ter que acalmar seu time (e a si mesmo) pra tentar bater o time catalão e o Schalke terá que enfrentar na Inglaterra um time que dificilmente se deixa abater psicologicamente.
Mas, como o futebol é uma caixinha de surpresas (ou uma caixinha de sacanagem, como diz meu marido), teremos que esperar até semana que vem para saber com 100% de certeza quais serão os finalistas da Champions. E aí? Vai dar a lógica ou o impossível vai acontecer?

1 comentários:

  1. Rafael disse...:

    Não duvido de mais nada. Ainda mais depois, para servir de exemplo, da virada do Vasco sobre o Palmeiras, na final (terceiro jogo) da Copa Mercosul de 2000. O Palmeiras fez 3x0 nos quinze minutos finais do primeiro tempo, e o Vasco virou no segundo tempo. Claro que, respeitados os níveis técnicos dos times e das competições, bem como da relevância que ambas competições possuem, mas serve de exemplo. Outro exemplo, esse mais recente, e tirado da própria competição, foi a final da UEFA Champions League de 2005, entre Milan x Liverpool. Quando todos davam o Milan como favorito, o Liverpool foi campeão. Na ocasião, pra quem não lembra, o Milan abriu o mesmo 3x0 no primeiro tempo, e o Liverpool empatou no primeiro terço da segunda etapa, sendo campeão nos pênaltis(4x3). Além do que, conhecem a expressão "milagres acontecem"? Pois é!

Postar um comentário