Penetras que estragam a festa...

sábado, 30 de abril de 2011


Bom, como admiradora e fanática por futebol, tenho minhas prferências (quem costuma ler o blog sabe meu time, nunca escondi), mas tento deixar isso de lado na hora de escrever aqui, afinal de contas, qualquer um, de qualquer time pode ler e comentar. Mas o que aconteceu hoje no jogo Chelsea e Tottenham pela Premiere League me serviu de inspiração pra falar de um assunto chato, mas que sempre está em pauta: arbitragem. E o fato de eu estar fula da vida por terem garfado os Spurs (time que eu simpatizo na Premiere League) não vai afetar meu julgamento, só serviu de estímulo pra falar de algo que vem acontecendo em vários campeonatos.
Pra quem não viu o jogo, o Tottenham estava ganhando de 1 a 0, mas tomou a virada. Até aí nada demais, a não ser pelo fato que no primeiro gol dos Blues a bola não entrou (Gomes falhou grotescamente, como sempre, mas salvou em cima da linha) e no segundo o jogador Kalou estava impedido. Ou seja o resultado final do jogo foi totalmente comprometido pelas falhas da arbitragem.
Então eu fico me perguntando: até quando grandes jogos vão ser ofuscados por falhas de arbitragem? Não foi a primeira vez que isso aconteceu e nem vai ser a última! É claro que erros sempre fizeram parte do futebol, mas as coisas estão piorando muito. E isso acontece em todos os campeonatos, seja aqui no Brasil, Itália, Inglaterra, ou seja, é um mal mundial.
Um erro capital de arbitragem é ruim pra todos. A frustração do time perdedor é amplificada, pois qualquer reflexão sempre virá acompanhada da palavra "se". Fica aquela sensação de as coisas poderiam ser diferentes. E o time vencedor também é afetado, afinal de contas, muitas vezes, uma vitória merecida fica cercada de ponderações. Um exemplo disso foi a partida onde o Barcelona merecidamente eliminou o Arsenal pela Uefa Champions League. Quase todos os comentários foram sobre a polêmica expulsão do Van Persie...
Concluindo, a arbitragem deve existir para manter a ordem no jogo e permitir que o futebol apareça. O árbitro deve ser um coadjuvante. A festa é dos times, dos craques, da estratégia dos técnicos. Um penetra nunca é bem-vindo, ainda mais quando bebe demais e cisma de querer beijar a noiva...

1 comentários:

  1. Soraia Martins disse...:

    O que há de mais interessante na vida é o inesperado! Surpresas são sempre bem vindas. A arbitragem parece querer acabar com a graça do futebol, beneficiando quase sempre o time mais poderoso (que nem sempre é o de maior tradição). Há algum tempo estamos falando mais do apito que da bola! Vamos torcer para que isso diminua, já que acabar com as falhas humanas é impossível!

Postar um comentário